Desenvolvimento profissional que transforma o mundo

Tânia Zanella* 

Investir no hoje para garantir um amanhã cada vez melhor. É com essa perspectiva que a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) busca promover processos de capacitação continuada e desenvolvimento de competências para que nossos cooperados estejam sempre atualizados com o que há de mais moderno em termos de conhecimento, bem como habilitados para tomar as melhores decisões frente aos desafios de seus negócios e, claro, contribuir com a construção de um mundo melhor. 

É por isso que na Capacitacoop, maior plataforma de desenvolvimento profissional do cooperativismo brasileiro, umas das opções é exatamente o curso ODS e cooperativas de crédito, lançado no fim do mês de agosto pelo Sistema OCB. E por que juntar esses dois mundos? Simples: as coops de crédito já contribuem com a erradicação da pobreza no mundo, foco da agenda 2030 da ONU. E um bom exemplo desse intercâmbio são as ações do Dia de Cooperar (Dia C), que contemplam, pelo menos, um dos 17 ODS.  

Para se ter uma ideia, até agora, cerca de 82% de todas as iniciativas do Dia C são realizadas por cooperativas de crédito. E esse percentual é ainda maior, quando falamos das ações de combate à pandemia: 80,6%. 

O curso é  resultado de uma parceria entre o Sescoop e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que busca auxiliar as coops brasileiras a desenvolverem projetos de responsabilidade social e a se posicionarem como parceiros estratégicos ao longo do processo de implementação da Agenda 2030 no Brasil, fortalecendo as iniciativas globais. Os interessados não pagam nada para fazer o curso. 

E por falar em desenvolvimento profissional, é essencial dizer que o Sescoop oferece cursos, palestras, seminários e publicações que contribuem para que cooperados de todos os ramos e cantos do país estejam sempre aprimorando seus conhecimentos e competências. São mais de 20 mil usuários cadastrados, com cerca de 10 mil alunos certificados e aproximadamente 2 mil cooperativas beneficiadas.  

E a nossa expectativa é de que esses números aumentem cada vez mais, pois todos os conteúdos disponíveis são gratuitos e feitos sob medida para que os alunos melhorem seu desempenho profissional e, assim, fortaleçam as cooperativas do país. A qualquer momento o interessado pode começar um curso. O único pré-requisito é que ele tenha internet, já que os cursos podem ser feitos pelo computador, tablet e até celular. 

Outro destaque é que o Sescoop é credenciado como instituição capacitadora pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e suas regionais. Isso significa que os cursos oferecidos na plataforma Capacitacoop e credenciados pelo Sistema CFC podem ser realizados por profissionais da área contábil para melhorar sua pontuação de desenvolvimento profissional no Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC) do conselho.  

Além disso, não são apenas os brasileiros que se beneficiam dos cursos oferecidos pelo Sescoop. Desde maio deste ano, mais de dois milhões de cooperados em oito países de língua portuguesa também têm acesso a plataforma Capacitacoop. São cerca de 6 mil associações coordenadas pela Organização Cooperativista dos Países de Língua Portuguesa em Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.  

E, assim, o Sistema OCB vai contribuindo com a construção de um Brasil cada vez mais preparado para enfrentar os desafios do mercado e, também, com o fortalecimento do cooperativismo dentro e fora do país. 

 

*Tânia Zanella é superintendente do Sistema OCB e vice-presidente tesoureira do Instituto Pensar Agro (IPA).  

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O que você achou desse conteúdo?



    Receba nosso conteúdo por e-mail

    Confira, em primeira mão, todas as novidades, notícias e informações sobre o universo do cooperativismo.
    ©CONFEBRAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS