Regiões Sul e Sudeste seguem na liderança do Cooperativismo, segundo relatório do FGCoop

O bom desempenho do Cooperativismo de Crédito no Brasil nos últimos anos também revela um importante mercado a ser desbravado. Em 2019, as prósperas Regiões Sul e Sudeste seguiram concentrando os mais altos números do segmento, enquanto o Centro-Oeste do País registrou um bom crescimento na carteira de crédito do SNCC-N, Sistema Nacional de Crédito Cooperativo – Negocial (bancos cooperativos e cooperativas de crédito), em comparação a 2018. Já o Nordeste brasileiro está entre os significativos potenciais de crescimento. Um mercado que tem muito a se beneficiar com o modelo cooperativista, capaz de alavancar o desenvolvimento econômico regional.

O Relatório Anual do SNCC 2019 do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) mostra que a carteira de crédito Pessoa Física das cooperativas singulares por região manteve o Sul na liderança, com o montante de R$ 43,12 bilhões, apresentando aumento de 24,76% em relação a dezembro de 2018. Já o Centro-Oeste foi destaque com um crescimento de 29,79%. Na carteira de crédito Pessoa Jurídica, o Sul também esteve à frente das operações das cooperativas singulares, com volume financeiro de R$ 28,42 bilhões, um aumento de 31,33% em relação ao ano anterior. O destaque novamente foi para a Região Centro-Oeste, que evoluiu 39,98% no período.

“O Nordeste se apresenta como um campo fértil de oportunidades para o Cooperativismo de Crédito. Não por acaso, a Região foi escolhida para sediar o 13° Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito – Concred”, afirma Kedson Macedo, Presidente da Confebras, entidade que organiza o evento.

 

Data da publicação: 25/05/2020

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O que você achou desse conteúdo?



    Receba nosso conteúdo por e-mail

    Confira, em primeira mão, todas as novidades, notícias e informações sobre o universo do cooperativismo.
    ©CONFEBRAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS